Fim, Fernanda Torres

Título: Fim

Autora: Fernanda Torres:

Editora: Companhia das Letras

Ano: 2013

Número de páginas: 208

Formato da leitura: digital

 

Sinopse: O livro focaliza a história de um grupo de cinco amigos cariocas. Eles rememoram as passagens marcantes de suas vidas: festas, casamentos, separações, manias, inibições, arrependimentos. Álvaro vive sozinho, passa o tempo de médico em médico e não suporta a ex-mulher. Silvio é um junkie, que não larga os excessos, de droga a sexo, nem na velhice. Ribeiro é um rato de praia atlético que ganhou sobrevida sexual com o viagra. Neto é o careta da turma, marido fiel até os últimos dias. E Ciro, o Don Juan invejado por todos – mas o primeiro a morrer, abatido por um câncer.  São figuras muito diferentes, mas que partilham não apenas o fato de estar no extremo da vida, como também a limitação de horizontes. Sucesso na carreira, realização pessoal e serenidade estão fora de questão – ninguém parece ser capaz de colher, no fim das contas, mais do que um inventário de frustrações. Ao redor deles pairam mulheres neuróticas, amargas, sedutoras, desencanadas, descartadas, conformadas. Paira também um padre em crise com a própria vocação e um séquito de tipos cariocas frutos da arguta capacidade de observação da autora. Há graça, sexo, sol, praia nas páginas de Fim. Mas elas também são cheias de resignação e cobertas por uma tinta de melancolia. Humor sem superficialidade, lirismo sem cafonice, complexidade sem afetação, densidade sem chatice: de que mais precisa um romance para dizer a que veio?

Opinião: Eu fiquei curiosa quando vi que era um livro de quem é. Eu sempre acho legal ver o que alguém conhecido por uma profissão faz de diferente, não limitar a pessoa ao estereótipo da ocupação principal. E eu sempre gostei da Fernanda Torres (até os episódios de diarreia verbal-machista dela, que me fizeram desgostar pelo menos um pouquinho… mas, paciência, as pessoas erram…).

Um grupo de 5 amigos, que se conhecem desde o início da fase adulta, e dividiram e participaram de momentos importantes da vida uns dos outros: saídas, bebedeiras, casamentos, filhos, amantes. A narrativa é levada em diferentes pontos de vista: ora fala o Álvaro, ora sua ex-mulher; ora o padre, ora a ex-esposa do Ciro; e assim por diante, cada pedaço da história por uma perspectiva, cada acontecimento por um ponto de vista.

A verdade é que eu esperava um pouco mais de humor. É um livro interessante, mas sempre com um gosto amargo, a amizade, por mais antiga que seja, como um pequeno fardo, como uma disputa sem fim, com invejinhas e picuinhas – quem tem a esposa mais bonita, a melhor vida sexual, o melhor emprego. No final, você não consegue se apegar à personagem nenhum, cada um com sua canalhice, rsrs.

Li rápido; em uma tarde eu comecei e terminei; é quase um conto, bem curtinho – ou uma crônica estendida, se preferir.

Simpático apenas, mas não necessariamente recomendo

2 comentários

  1. Também li esse livro só por ter sido escrito pela Fernanda Torres, despertou minha curiosidade. Confesso que fui surpreendido, gostei da leitura, que como você diz, parece uma crônica estendida.

    Curtir

    • Não é que eu não tenha gostado, sabe… eu sou do RJ e conheço bem os estereótipos apresentados, rsrs! Só cheguei no final e não fiquei com aquela sensação de “ahhh, li!” Foi mais um “Nhé!”

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s