Capa de Felizmente, o leite, de Neil Gaiman

Livros lidos: Julho

Julho foi um mês puxado.

Aplicação de questionário, correr atrás de pessoas que não responderam o questionário, analisar questionário. Escrever análise do questionário, análise da entrevista. Escrever conclusão, rever. Rever de novo. Esperar orientadora rever. Consertar. Enviar de novo. Confirma. Imprime, imprime, imprime, envia para a banca.

Nisso tudo, não deu tempo de ler muito. Só peguei em três livros, e olhe lá. Mas melhor pouco que nenhum, right?

Capa de Felizmente, o leite, de Neil Gaiman

Título: Felizmente, o leite (Fortunately, the milk)

Autor: Neil Gaiman, Skottie Young

Ano: 2016

Pg.: 128 p., il.

Editora: Rocco Jovens Leitores

Livro digital

Sinopse: Uma prosaica ida até o mercado se transforma numa incrível aventura no mais recente livro infantil do celebrado escritor britânico Neil Gaiman, que coloca um estranho objeto prateado no caminho de um pai que só queria comprar um pouco de leite para o café da manhã. Aliás, aquele disco prateado gigantesco estacionado em plena rua Marshall, com seres verdes um tanto gosmentos e bastante ranzinzas querendo reformar o (nosso) mundo, é só a primeira de muitas surpresas que esperam pelo zeloso pai de família na história, que inclui ainda viagens no tempo e no espaço num balão, um dinossauro inventor, navios piratas, vulcões e outras maluquices. Será que o café da manhã das crianças está a salvo? Com ilustrações incríveis de Skottie Young, Felizmente, o leite é uma história de fantasia com uma boa dose de nonsense e o senso de humor peculiar de Neil Gaiman.

OPINIÃO: Neil Gaiman. Preciso dizer mais? Não, né? Mas falo assim mesmo! O livro é ótimo. Pequenino, li em “duas sentadas” no ônibus. Me deixou pensando: o quanto é bom ser criança, né? Lembro quando meu pai ia na rua comprar alguma coisa para nós – em especial picolés – e, para mim, demorava um século para voltar. O que teria acontecido? Porque meu picolé ainda não está na minha mão?? Gaiman conta a melhor história para esse tipo de situação. Será que meu pai passou por isso alguma vez? Meio improvável, mas não impossível 😛

Ah, e as ilustrações são ÓTEMAS!

Capa do livro Soppy, de Philippa RiceTítulo: Soppy

Autor: Philippa Rice

Ano: 2016 (1. edição: 2014)

Pg.: 128 p., il.

Editora: Rocco

Livro digital

Sinopse: ‘Soppy – Os Pequenos Detalhes do Amor’, de Philippa Rice, é uma reunião de bem-humoradas tirinhas criadas a partir de momentos da vida real da designer britânica com seu namorado. Bastante popular na web, com mais de meio milhão de postagens no Tumblr, Soppy conquistou as redes sociais com declarações de amor escondidas nos detalhes do cotidiano de um relacionamento, como dividir uma xícara de chá, a leitura de um livro, ou comentários irônicos à frente da TV numa tarde chuvosa. As charmosas ilustrações capturam com delicadeza a experiência universal de dividir uma vida a dois, e celebram a beleza de encontrar o amor em todo lugar.

OPINIÃO: MEL DEUS, é muito fofinho, gentes! Me identifiquei demais! Moro com o marido há quase seis anos, e as situações são tãaao parecidas! Mostrei para ele, e a frase foi “achei que só a gente passasse por isso!” Rsrs! Só uma amostrinha, de uma das situações que sim, #merepresenta:

Pedir pizza, tirinha do livro Soppy, de Philippa Rice

Ganhou meu coração!

Capa do livro A maldição do tigre, de Colleen HouckTítulo: A maldição do tigre

Autor: Colleen Houck

Ano: 2016 (1. edição: 2011)

Pg.: 352 p.

Editora: Arqueiro

Livro digital

Sinopse: Paixão. Destino. Lealdade. Você arriscaria tudo para salvar seu grande amor? Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem. A maldição do tigre é o primeiro volume de uma saga fantástica e épica, que apresenta mitos hindus, lugares exóticos e personagens sedutores. Lançado originalmente como e-book, o livro de estreia de Colleen Houck ficou sete semanas no primeiro lugar da lista de mais vendidos da Amazon, entrando depois na do The New York Times.

OPINIÃO: Então. Eu sempre vi esse livro por aí, sempre admirei as capas (são lindas mesmo, né?). Mas nunca quis lê-lo. Na verdade, verdade, não mudei de ideia – mas ganhei o livro de cortesia de uma editora na biblioteca, e decidi ao menos tentar antes de negar.

Então.

Eu geralmente gosto muito de livros YA, já vou sabendo o que esperar. Mas esse aí, não convenceu. Não pela parte mágica da história, isso eu engulo fácil (adoro fantasia, mitologia e situações supostamente impossíveis). O problema é que é tudo em volta do romance, que vai virar um triângulo amoroso, e vai se arrastar pela montoeira de livros que vem  depois. Com tanto para explorar, a história é toda em torno do romance, e da rixa irmão/irmão. Não é ruim, mas achei… bobo. Bobo demais para valer a pena continuar com a série, quando tem tanto livro BOM  me esperando (esse também vai para sorteio, em breve)!

Veremos se o balanço de agosto será melhorzinho 😉

3 comentários

  1. Pelo visto a maldição das “capas bonitas” permeia tanto a música quanto a literatura. Eu fico MALUCO com aquela primeira gôndola das livrarias, mas é só eu ler as primeiras linhas da sinopse para eu largar o livro e caminhar ruma a “Seção das capas feias”.

    “Paixão. Destino. Lealdade…” PRÓÓÓÓXIMO!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s