Praia da Bica, Ilha do Governador RJ

E estou aqui (de novo!)

Praia da Bica, Ilha do Governador RJ
Sentada refletindo 😛

Então!

Sim, eu estou me sentindo meio “reprimida”. Planejo vários posts que não tenho tempo de escrever, várias coisas legais sobre as quais quero falar e acabo nem tocando nos assuntos. Porque as pessoas não leem o blog, certo? As pessoas olham a foto no Instagram e vão embora. Fotos são a linguagem mais simples de ser apreciada – o processo cognitivo é “digerido” rapidamente, a pessoa gosta ou desgosta, e acabou: curtem (ou não) e vão embora. As pessoas acham legal a foto da capa do livro, mas não precisam/querem saber sua opinião sobre ele (até porque, somos cheios de opiniões próprias, para que ouvir as dos outros?). Ou simplesmente tem preguiça. De clicar no link, de ir até lá para ver. Ou falta de tempo – tem tão pouco, para que vai perdê-lo lendo um calhamaço inútil sobre algo que já se tem opinião? E se a pessoa escreve pouco, a opinião é rasa; se escreve demais, não se tem saco para ler tudo. Não falo só pelos outros, falo por mim também, sei que é assim. Difícil, muito difícil.

Mas a verdade mesmo é que eu fiquei meio atolada por aquela coisa chamada “vida”. MUITAS preocupações, coisas para pensar e organizar; e então eu me vi estressada porque havia feito um “calendário editorial” para o blog que eu não estava conseguindo cumprir. Achei uma sacanagem comigo mesma, uma falta de responsabilidade… mas meu marido me lembrou bem “Ué, o blog não era para você relaxar, para te deixar feliz?”. Então eu parei e pensei: É MESMO. Eu comecei o blog para mim, para pôr em ordem minhas ideias, para saber que escrevi algo legal em algum lugar – mesmo que ninguém leia. E fiquei tão empolgada, queria me obrigar a escrever mais, a escrever sempre, a fazer séries de posts legais, que isso me atolou.

Fora que o blog deveria ser essencialmente literário; mas eu tenho sim, outros interesses. Eu sou bibliotecária, e a realidade das bibliotecas, do meu curso, da minha profissão, é algo que me afeta e me faz pensar (e consequentemente escrever). Sou mestra em ciência da informação, e minha pesquisa não terminou. Sou leitora, sim, mas sou mais. E quero escrever sobre esse “mais” sem a culpa de pensar “nem falei de livros, não escrevi nada que meus leitores querem ler”.

Foi então que decidi dar um tempo, escrevi isso aqui, mal faz um mês; e já senti falta. Foi só falar que não ia mais escrever que tive diversas ideias, e vontade, e um pouco de tempo sobrando. E lembrava “não, estou de folga do blog, deixa pra lá…. mas eu quero tanto!!!”. E porque não?

Biblioteca do CCS UFRJ
“Minha” biblioteca – vão ouvir sobre ela por aqui. Bastante.

Nessa eu tomo de volta meu lugar. Afinal, o blog é meu, e eu escrevo nele quando puder/quiser/tiver vontade. E eu não sou só livros, nem só best-sellers, e toda minha gama de assuntos estará aqui, sim; espero que meus seis leitores habituais não sintam-se melindrados com isso.

Tamos por aqui, então. Na verdade, acho que nunca saí 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s