Alerta de risco, Neil Gaiman

Capa do livro Alerta de Risco, de Neil GaimanTítulo: Alerta de risco: contos e perturbações (Trigger Warning: Short Fictions and Disturbances)

Autor: Neil Gaiman

Editora: Intrínseca

Páginas:  304 p.

Ano: 2016 (1.ed. 2015)

Formato da leitura: Livro digital

Sinopse: É com palavras assim que Neil Gaiman apresenta Alerta de risco, uma rica coletânea de histórias de terror e de fantasias, ficção científica e conto de fadas, fábula e poesia que exploram o poder da imaginação (o resto da sinopse eu achei muito blablablá da Intrínseca, rsrs!)

Opinião: Ano passado eu li a coletânea Fumaça e Espelhos, e fiquei apaixonada. Gente, como esse homem escreve, sério! Como eu gosto da narrativa dele, como eu quero reler todos os livros dele que eu já li!

Lançado em 2015, Alerta de risco traz novos contos do (meu) autor (favorito ^^ – um deles, pelo menos, rsrs ). Um dos pontos altos do livro (para mim, fique claro) é a explicação de cada conto na introdução. Eu nunca saberia que o conto do Duque Branco foi escrito tendo como inspiração o David Bowie – e a história faz MUITO mais sentido tendo isso em mente – se o próprio autor não houvesse explicado. Toda vez que eu começava um novo conto, retornava à introdução para ler o que Gaiman escreveu, qual foi a inspiração.

O título do livro faz alusão àqueles avisos dados pelas aeromoças e comissárias de bordo quando o avião está para decolar – e ele ainda explica sua interpretação das informações, rsrs!

Ah, e assim como o Smoke… ele esconde um mini-conto na introdução, então recomendo que leia para não perder!

Duas das histórias incluídas foram lançadas como livros ilustrados independentes: A Bela e a Adormecida (recomendo muitíssimo, pela história e pelas ilustrações lindíssimas) e A Verdade é uma Caverna nas Montanhas Negras (que não vi o livro, mas só pela capa deve ser espetacular também!).

Meu Top 3 do livro, dificílimo de escolher:

Um calendário de contos: Gaiman pediu para pessoas responderem, no twitter, perguntas aleatórias sobre os meses do ano; com as respostas selecionada escreveu alguns contos. Todos curtos, todos lindos. Um ou outro realmente me emocionou e fez pensar, a ponto de eu ter escrito esse pequeno post aqui.

Caso de morte e mel: homenagem do autor ao Sherlock Holmes, personagem que conheci aos 10 anos (e li todos os livros dele disponíveis na biblioteca do colégio público em que eu estudava)

Cão negro: para quem não leu Deuses Americanos, pode fazer menos sentido. O personagem principal, Shadow, nos é apresentado lá, com todas as suas peculiaridades – e pessoas estranhas que ele conhece. Dá para curtir sem ter lido? Dá. Mas conhecendo o background fica muito mais legal!

Foto do livro Alerta de Risco, de Neil Gaiman

Leiam. São 24 contos (sem contar que o Calendário se desdobra em doze, e ainda tem um escondido na introdução). Eu não consigo não gostar do que esse homem escreve!

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s