Banner: Editoras Hors Concours - pequenas e/ou independentes

Editoras independentes e pequenas editoras

Tenho um grupo de posts (todos em rascunho ainda :P) estão todos meio que ligados na questão do consumo de livros. Não de informação, não de conhecimento, de livros: sobre onde pegar emprestado, se vale comprar, onde comprar, se vale guardar. Uma das coisas que tenho ficado muito atenta é dar o apoio às editoras independentes – mas o que são, o que comem, onde vivem? o que faz uma editora ser considerada “independente”?

Geralmente essas editoras menores tem uma curadoria muito cuidadosa de seu catálogo, por motivos diversos: grana mais curta, objetivo da editora, nicho de mercado, ideologia dos responsáveis. E, cara, que curadoria!

No meio de uma crise editorial sem precedentes, as editoras independentes conseguem trabalhar com modelos de negócio diferenciados, escapando e ajudando a transformar esse meio tão filho da puta.

[Alguns links para você ler mais sobre, aqui, aqui e aqui.]

Tenho uma pequena lista que você pode procurar conhecer. Só para começar, viu? Só para dar uma aguinha na boca. As que estão aqui são as que eu conheço pessoalmente: acompanho nas redes, compro os livros, paquero os catálogos. Quer conhecer mais? Acompanhe as feiras como a “Feira Miolos”, em SP – inclusive, se você olhar o post deles no Facebook vai encontrar uma lista chi-can-te de pequenas editoras que participam dos circuitos.

Grandes, nacionais

Editora Ubu – leiam a coleção Exit, inteira, se possível

Editora Carambaia – as edições numeradas cutucam a capitalista que tento expulsar do meu cérebro

Editora Todavia – a curadoria de literatura é espetacular

Editora Elefante – Tem meu coração, quero o catálogo inteiro, pelamor!

Editora Boitempo – leituras subversivas e para pensar, tamos juntas

Editora Pólen – editora que tá mantendo a coleção Feminismos Plurais, da curadoria da Djamila Ribeiro (só digo isso)

Editora Rádio Londres – tenho uns 15 deles, sou suspeita para falar

Pequenas, locais

Editora Estronho – literatura fantástica, horror, scifi (amo o “Impérios do Pós-apocalipse”!)

Editora Arte e Letra – adoro para encontrar os autores locais curitibanos (fora que o espaço do café deles, sem or)

Editora Barbante – curadoria cuidadosa e espaço físico gostosinho

Relicário edições – sendo sincera, os livros são tão graficamente lindos que eu lamberia eles

Macondo Editora – a coleção Lança-perfume… ❤

Dublinense / Não editora – conheci a editora quando li a Natalia Polesso – adoro ambas!

 

Sabe de mais? Tem pra me indicar? Manda aí!

3 comentários

  1. Pra complementar o ótimo conteúdo da sua postagem:

    Aliás Editora: Cearense, criada por mulheres e centrada na publicação de obras escritas por mulheres.

    Sabia que a Ubu oferece desconto em todas as compras, feitas no site dela, pra bibliotecárias(os) e docentes?

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s