Deuses Caídos, Daniel Tenysson

Deuses caídos, Gabriel Tennyson

Título: Deuses Caídos

Autor: Gabriel Tennyson, Brasil

Editora: Suma

Ano: 2018

Páginas: 288 p.

Formato: Digital

Sinopse: Um serial killer com poderes paranormais está assassinando evangelistas famosos ― e os vídeos de cada um deles sendo torturados ganham cada vez mais público na internet. O assassino se proclama o novo messias, e os pecadores devem temer sua justiça. O que a Sociedade de São Tomé teme, no entanto, é que ele acabe com o trabalho de séculos de manter o sobrenatural bem afastado da consciência da população, embora seres mágicos povoem o submundo da cidade. Para garantir que o assassino seja capturado e o máximo de discrição mantida, a Sociedade convoca Judas Cipriano ― um padre indisciplinado, descendente de são Cipriano e herdeiro de alguns poderes celestiais. Veterano nesse tipo de caso, o padre é enviado para trabalhar como consultor da Polícia Civil e fica responsável por apresentar à jovem inspetora Júlia Abdemi o lado místico da cidade. Para resolver o caso ― e sobreviver ―, os dois precisarão de toda ajuda que puderem encontrar… O que inclui se unir a uma súcubo imortal, um dragão chinês traficante de armas mágicas e um gárgula que é a síntese da sociedade carioca. Com protagonistas cativantes, um vilão extraordinário e criaturas sobrenaturais reinventadas de maneiras sombrias, Deuses caídos une o melhor do thriller e da fantasia urbana em uma investigação vertiginosa com um final épico..

Opinião: Comprei esse livro na loja Kindle há mais de ano, depois de ler a indicação em algum site sobre literatura brasileira. Mas não abri, ficou lá. Depois desse um ano de pandemia, lembrei dele e pensei “pq não?”

Minha primeira impressão: PQ DEMOREI TANTOOOO? Eu o li em menos de 24h, não consegui largar.

O personagem principal é um maravilhoso anti-herói, com todas as características mais absurdas unidas: padre, gay, fumante, curte um álcool, mora no antro boêmio de Santa Teresa, no RJ. A outra característica peculiar é seu sobrenome: Cipriano. Sim, o mesmo do famoso Livro de São Cipriano (conhecido nos círculos de quem já se interessou por qualquer forma de ocultismo, bruxaria e simpatias).

A história é passada em sete dias, apenas, onde Cipriano é convocado a resolver alguns crimes com indícios de sobrenaturalidade. Nosso vilão aqui assassina pessoas relacionadas às religiões (diversas), que fizeram coisas muito ruins – pastores que se aproveitam de sua posição para enriquecer (poderia citar vários, mas pode ficar feio), padres com histórico de pedofilia… e quem escolhe a morte deles é o público, através do youtube.

Para ajudá-lo, uma policial é solicitada pelo Vaticano. Julia tem lá suas cartas na manga, que ela até conhece, mas não entende (ou aceita). Juntos eles precisam descobrir e encontrar o ser humaninho (humano?) que está criando a confusão, e em tempo recorde antes que a confusão geral se instale. Sem esquecer a interferência de gárgulas, dragões, livros endemoninhados (essa maravilhosa mistura de deuses de panteões diferentes me atrai demais).

É o tipo de livro que acho difícil de falar sem dar spoiler, ou sem acabar com a surpresa. Não quero detalhar, pois foi o non-sense de algumas cenas que me prendeu. Então só digo: LEIAM.

PS. Não é exatamente uma premissa inédita: quem aí já leu Deuses Americanos, do Neil Gaiman, percebe a semelhança entre os argumentos (sim, eu adorei o livro; não, eu não consegui me prender na série da Prime). Também me lembrou um pouco de Constantine, e outros anti-heróis… mas vai, o que é totalmente inédito nos dias de hoje? Fora que, para quem conhece o RJ, é legal acompanhar os lugares em que a história desenrola – deu até saudade do Edifício Central, rsrs

PS2. Outro livro nacional de sobrenatural: O Auto da Maga Josefa, de Paola Siviero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s